FIQUE POR DENTRO

PINTEREST

INSTAGRAM

@vestsul

BLOG VEST SUL

05/jul
O significado das cores

As cores podem influenciar desde seu humor e bem-estar, até qual a “mensagem” que você quer passar para as outras pessoas. Os hindus, por exemplo, acreditam fortemente no seu poder. Isso porque as cores podem sim transmitir emoções – se o vermelho tem tudo a ver com paixão, o preto pode lembrar luto ou raiva. Até nas expressões as cores tem sentido. Vai dizer que nunca soltou um “verde de fome”, “amarelou” ou “dia cinza” para descrever determinada situação?

Com tanta importância, as cores merecem uma atenção especial no mundo da moda. Elas são, sem dúvidas, uma das ferramentas mais importantes e usadas no mundo da moda. Mas você sabe qual o significado e de onde veio cada nomenclatura de cor?

 

12

Vermelho
Quando a cor foi nomeada, a tinta vermelha era fabricada a partir do sangue de um inseto chamado cochonilha, e que quando era esmagado, soltava um borrão vermelho. Vermiculum, do latim, significa vermezinho e deu nome à cor em português.
Azul
O nome vem do árabe, e foi conquistado por causa da pedra preciosa originada de lá conhecida como lápis-lazúli. Lápis significa pedra em latim, e o lazúli, do árabe lázúrd, virou o nome da rocha que tinha esta tonalidade. Assim surgiu o azul do português moderno, do espanhol, azul, e do italiano, azurro.

Curiosidade: Existe outra palavra para definir a cor, e veio do latim, o cerúleo, de caeruleus, que é muito pouco usada pelos brasileiros.
Verde
O nome não tem muito segredo e não varia de algum outro objeto. Do latim, viridem, não mudou muito. Passou a ser verde em português, verde em espanhol, vert em francês, verde em italiano, verde em romeno.

 

Amarelo
A cor ganhou este nome graças à doença icterícia, muito comum em crianças antigamente. A doença deixava as pessoas amareladas e causava um gosto amargo de bílis na boca, secreção produzida pelo fígado. No latim, amargo eraamargus. O diminutivo, por sua vez, era amarellus. Daí saiu o amarelo.
Preto
Em latim, appectoráre significava “comprimir contra o peito” e dava a ideia de algo denso, espesso. Por alguma razão, lembrava esta tonalidade. A palavra virou apretar e, depois, preto.

No caso de negro, a origem está no nigrum em latim. Outras línguas também seguiram-no: negro em espanhol, nero em italiano, noir em francês, negru em romeno.
Branco
No latim, o contrário de preto, a cor mais densa, era albus (daí surgiram alvo e albino). Mas o nome mais conhecido vem do germânico blank e significa reluzente, brilhante ou polido. Aí fica mais fácil entender por que armas como facas e punhais são chamadas de “brancas”: elas são polidas e reluzentes.

 

Laranja
Esta é a mais óbvia da lista: veio da fruta que, em sânscrito, era chamada de naranga. Em árabe e persa, ela virou nárandja, e no francês antigo, pomme d’orenge. O mesmo acontece com as cores rosa, violeta, etc, que foram batizadas por causa de frutos ou flores.
Marrom
A castanha portuguesa é chamada marron em francês, e é daí que vem o nome da cor. O castanho só continuou sendo castanho em alguns casos, como para olhos e cabelos.
Cinza
Esta foi chamada assim por causa das cinzas que sobravam de fogueiras, a mistura de pó e brasas com um tom mais claro do que o preto. Em latim, o nome era cinisia.
Magenta
Este rosa mais forte surgiu na cidade italiana de Magenta em 1860 graças à derrota dos austríacos pelos franceses e sardenhos no local, e se especula que o sangue derramado possa ter inspirado o nome da cor. Ela também pode ser chamada de carmim, do árabe kermes, um insetinho que produzia um corante desta tonalidade.

 

Fonte: http://gq.globo.com/Cultura/noticia/2014/03/quais-origens-dos-nomes-das-cores.html
http://www.antextil.com.br/tendencias/inspiracao/o-que-significa-cada-cor/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *